Quem pode utilizar?

Qualquer pessoa pode utilizar a plataforma. No entanto, a ação foi desenvolvida como uma alternativa para os participantes das atividades presenciais oferecidas nos espaços coordenados pela Sejus, como os Centros de Artes e Esportes Unificados (CEU das Artes) e Praça dos Direitos, e pelo programa destinados às vítimas de violência (Pró-Vítima).